Prezados amigos,

Considerando que em 2018 nosso movimento totalizou o montante de 23 (vinte e três) clubes federados com pelo menos um atleta praticante da modalidade Bola 3 Toques;

Considerando que a participação de um membro de cada clube inviabilizaria os trabalhos da futura Comissão Nacional de Regras, tendo em vista a dificuldade para discussões, deliberações e votações de matérias submetidas ao seu escrutínio;

Considerando que é pilar fundamental da Confederação Brasileira de Futebol de Mesa a organização do esporte com esteio no sistema federativo, sendo que a própria filiação dos clubes e, por conseguinte, de seus atletas, é regulamentada pelas federações estaduais;

A Vice-Presidência da Modalidade Bola 3 Toques, por meio do presente comunicado, vem informar o procedimento para composição da nova Comissão Nacional de Regras:

                1 - Inicialmente, a Vice-Presidência da Modalidade, por meio do grupo de Whatsapp denominado "Federações - 3 Toques", solicitará aos Diretores da Modalidade Bola 3 Toques de cada um dos estados que possuam clubes praticantes (AM, DF, GO, MG, PE, RJ e SP), que repassem à Vice-Presidência, no prazo de 7 (sete) dias, lista de um atleta por unidade da Federação para possuírem assento na Comissão Nacional de Regras;

                2 – Neste primeiro ano de trabalho, tendo em vista que ainda possuem contato recente com as regras da modalidade, os integrantes dos estados do AM e PE constituirão a Comissão de Regras como observadores, podendo apresentar sugestões, críticas e efetuar todas as atividades comuns aos demais comissários. No entanto, até o final do ano, não possuirão direito a voto;

                3 – Os estados que não sanarem as pendências cadastrais de todos os seus atletas regularizados no Cadastro Nacional de Botonistas não terão direito a assento na Comissão Nacional de Regras até corrigirem a mencionada pendência;

               4 – A Comissão Nacional de Regras contará, ainda, com a presença do Vice-Presidente da Modalidade, sem direito a voto, que terá a função de conciliador e organizador da pauta de deliberações;

               5 – Caberá precipuamente à Comissão Nacional de Regras deliberar sobre propostas de alteração das regras oficiais da modalidade, além de questões relacionadas ao material de jogo e outras questões presentes no livro de regras.

Quaisquer dúvidas e casos omissos serão resolvidos pela Vice-Presidência da Modalidade Bola 3 Toques.

 

Bruno S. G. Machado

Vice-Presidente da CBFM - Modalidade Bola 3 Toques

 

Clique abaixo para fazer o download do CNB (Cadastro Nacional de Botonistas):